3 Benefícios que desempregados podem receber e nem sabiam

A pelo menos 2 anos, ocorreu o inicio de uma grande onda de desempregos aqui no Brasil, e até o presente momento, ainda temos muitas dessas pessoas procurando um meio de regressar ao mercado de trabalho e ter a sua carteira assinada.

Para tentar contornar a situação o Governo Nacional realizou o desbloqueio de um fundo que servia de auxílio para as pessoas mais necessitadas, para quem o recebia, disse que o seu valor não era o suficiente, mas já estava favorecia algumas pessoas.

Atualmente o Viu Como se Faz descobriu que existem mais 3 benefícios que desempregados podem receber e nem sabiam, vem com gente e descubra a seguir mais sobre estes benefícios e como ter acesso a eles, vamos lá!

Brasileiros têm cerca de R$ 8 bilhões a receber de bancos e não sabem… Veja como resgatar hoje!!!

Saque do FGTS

O saque do FGTS está entre os principais benefícios que desempregados podem receber, isso por que caso o mesmo esteja sendo demitido sem justa causa aplicada, será possível resgatar o valor referente ao tempo de serviço realizado.

Mulher se surpreende com os direitos que tem e nem sabia
imagem/reprodução: pixabay.com

Esse saque poderá ser feito em uma agência da Caixa Econômica Federal em datas específicas ou até mesmo após o envio do comunicado da empresa ao banco; Para retirar o seu saldo, é preciso comparecer ao local juntamente do seu termo de rescisão e um documento de identidade.

Tarifa Social de Energia

Para quem possuí um consumo mensal de até 220kWh de energia elétrica, é um usufruidor do BPC e está inscrito no CADúnico, a tarifa social de energia se aplicará a você; Trata-se de um grande desconto fornecido pelo Governo Federal que pode chegar até o teto de 65%, essa tarifa é oferecida caso você cumpra com os requisitos inicialmente citados e comparecendo a fornecedora de energia elétrica de seu município.

Seguro Desemprego

Considerado como uma espécie de auxílio financeiro temporário a todos os que estão desempregados sem justa causa, o seguro desemprego pode ser encontrado dentro da constituição federal na Lei nº 10.779/03 e na Lei Complementar nº 150/15.

Em caso de você querer fazer o pedido do seguro desemprego, tenha em suas mãos os seguintes documentos; Requerimento do Seguro Desemprego oferecido pela empresa e cartão CPF.

Solicite o seguro desemprego no seu celular através do aplicativo Carteira de Trabalho Digital, Gov.br, ou até mesmo indo em um SRTE ou SINE de seu município.

Quantos desempregados no Brasil 2022?

O número ainda não é preciso, entretanto em porcentagem estima-se que o Brasil vai atingir 11,2% de sua população em desempregados até o fim do ano, o que deve representar um retorno de apenas 500 mil pessoas ao mercado de trabalho quando comparamos ao ano de 2021.

Auxilio Brasil, conheça o novo programa social e veja como se cadastrar para receber o benefício

  • Benefício Primeira Infância: para famílias com crianças entre 0 e 36 meses (3 anos) incompletos. 
  • Benefício Composição Familiar: diferente da atual estrutura do Bolsa Família, que limita o benefício aos jovens de até 17 anos, será direcionado também a jovens de 18 a 21 anos incompletos. O objetivo é incentivar esse grupo a permanecer nos estudos para concluir pelo menos um nível de escolarização formal.  
  • Benefício de Superação da Extrema Pobreza: se, após receber os benefícios anteriores, a renda mensal per capita da família não superar a linha da extrema pobreza, ela terá direito a um apoio financeiro sem limitações relacionadas ao número de integrantes da família.
  • Veja abaixo as outras 6 modalidades de benefícios dentro do Auxílio Brasil e quem está elegível para receber o benefício: 
  • Auxílio Esporte Escolar: destinado a estudantes com idades entre 12 e 17 anos incompletos que sejam integrantes de famílias beneficiárias do Auxílio Brasil e que se destacarem em competições oficiais do sistema de jogos escolares brasileiros.  
  • Bolsa de Iniciação Científica Júnior: para estudantes com bom desempenho em competições acadêmicas e científicas e que sejam beneficiários do Auxílio Brasil. A transferência do valor será feita em 12 parcelas mensais. Não há número máximo de beneficiários.
  • Auxílio Criança Cidadã: direcionado ao responsável por família com criança de 0 a 48 meses incompletos que consiga fonte de renda, mas não encontre vaga em creches públicas ou privadas da rede conveniada. O valor será pago até a criança completar 48 meses de vida, e o limite por núcleo familiar ainda será regulamentado.
  • Auxílio Inclusão Produtiva Rural: pago por até 36 meses aos agricultores familiares inscritos no Cadastro Único.
  • Auxílio Inclusão Produtiva Urbana: quem estiver na folha de pagamento do Auxílio Brasil e comprovar vínculo de emprego formal receberá o benefício.
  • Benefício Compensatório de Transição: para famílias que estavam na folha de pagamento do Bolsa Família e perderem parte do valor recebido em decorrência do enquadramento no Auxílio Brasil. Será concedido no período de implementação do novo programa e mantido até que haja aumento do valor recebido pela família ou até que não se enquadre mais nos critérios de elegibilidade.

O novo Auxílio Brasil possui 9 modalidades Distintas. São vantagens dentro do Auxílio Brasil e qualquer brasileiro que já esteja emancipado e com no mínimo 18 anos completos pode se inscrever para solicitar o benefício, caso o mesmo já tenha o seu registro feito no Bolsa Família, não é preciso se inscrever, os dados serão transferidos automaticamente para o outro sistema.

Como falar que está desempregado há anos em uma entrevista?

Com a crise afetando diversos setores do mercado nacional, oportunidades de recolocação podem ter diminuído, mas utilizando-se da sinceridade e do dinamismo para se manter ativo, você terá ainda mais chances de ser escolhido pelas empresas contratantes; Então nunca se esqueça do que contaremos a seguir e então, finalmente diga adeus ao desemprego.

  1. Você pode começar explicando que fez durante a sua inatividade, um autoexame, isso fará o contratante ver que você entende o motivo da sua rescisão e o que poderia ter feito de forma diferente para contribuir com a empresa anterior.
  2. É sempre possível apresentar fatos que apesar de você estar fora do mercado de trabalho, você está pronto para novos desafios e atividades de modo que o permita viver novas oportunidades profissionais.
  3. Conte a empresa mais sobre cursos que você fez ou está fazendo, últimos eventos que andou marcando presença e da sua vivência mundana com as pessoas que veio a conhecer ou que reencontrou atualmente.

ARTIGOS RELACIONADOS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Publicidade

MAIS POPULARES