Como se cadastrar no auxílio Brasil?

O Governo brasileiro elaborou auxílios que possuem o principal objetivo de ajudar as famílias que precisam, e o Auxílio Brasil é um deles.

Não é uma novidade que estamos vivenciando uma atualidade difícil de viver, e isso se complica ainda mais para famílias mais vulneráveis socialmente.

As famílias que se encontram em situações de pobreza e extrema pobreza são o foco principal do benefício. No entanto, é muito comum que muitas dúvidas surgem.

Portanto, se você deseja saber mais informações e entender melhor o programa, confira abaixo o artigo exclusivamente detalhado para te ajudar em todo o processo de cadastro do Auxílio.

O que é Auxílio Brasil?

O Auxílio Brasil é um programa social que integra várias políticas públicas para assistência social, educação, saúde, renda e emprego.

O Auxílio Brasil já está em vigor desde 2021. Em um primeiro momento, o valor médio concedido era de R$217,00 (duzentos e dezessete reais e dezoito centavos). Hoje em dia, 0 valor médio já está a R$600,00.

Foi criado com o objetivo de substituir o Bolsa Família que estava em funcionamento desde 2003 e na prática o programa é bem similar ao programa anterior, até mesmo destinado a ajudar às mesmas pessoas.

Quem tem direito ao Auxílio Brasil?

Vale ressaltar que as famílias que estão em situação de pobreza e extrema pobreza são aquelas que possuem direito ao Auxílio Brasil.

O programa irá atender quem já fazia parte do Bolsa Família, sendo assim, 14 milhões de famílias, e em adição mais 2,5 milhões que já estavam na fila de espera, chegando a 17 milhões de famílias.

Para ter direito à esse Auxílio é necessário que:

  • Seja selecionado pelo Ministério da Cidadania;
  • Estar dentro dos critérios da situação de pobreza e extrema pobreza;
  • Ter cadastro no Cadastro Único (base cadastrada na Bolsa Família).

Famílias em situação de pobreza e extrema pobreza

As famílias que são extrema pobreza as que possuem a renda mensal de no máximo R$100 entre todos os imigrantes. Assim sendo, as famílias em situações de pobreza, são aquelas que possuem renda de entre 100,01 e R$200.

Para que as família sem situação de pobreza tenham direito ao Auxílio é necessário ter um integrante com menos de 21 anos, uma gestante ou lactante.

Caso você tenha direito ao Auxílio o primeiro passo é ir até uma prefeitura de sua cidade e procurar pela área responsável pelo programa Auxilio Brasil.

Como funciona o Programa Auxílio Brasil?

O Auxílio Brasil é composto por nove tipos diferentes de benefícios. Os três primeiros formam o núcleo básico e os seis restantes compõem os benefícios complementares.

Os Benefícios básicos

Benefício Composição Familiar: para as pessoas dos 3 a 21 anos de idade que estejam matriculados na educação básica e as famílias com gestantes. O valor a ser pago é R$65 por pessoa e também limitado a 5 membros.

Benefício Superação extrema pobreza: Para as famílias que mesmo sendo auxiliadas com outros benefícios, ainda estão em situação de pobreza extrema.

Benefício primeira Infância: Para as famílias com crianças de até 3 anos de idade e o valor será de R$130 por cada criança, com limite de 5 menores por família.

Os benefícios complementares

Auxílio Inclusão Produtiva Rural: para as famílias com agricultores que já fazem parte do Auxílio Brasil e o valor é de R$200, sendo apenas um membro do grupo beneficiário.

Bolsa de Iniciação Científica Júnior: Aos estudantes que possuem bom desempenho em competições científicas e acadêmicas e a família já fará parte e receberá R$1200,00 em 12 parcelas e apenas uma parcela de R$1000.

Auxílio Inclusão Produtiva Urbana: O valor a ser pago aos beneficiários do Auxílio Brasil que comprovem o emprego de carteira assinada, o valor é de R$200 e só pode ter um membro beneficiário mensal.

Auxílio Criança Cidadã: atribuído ao responsável da criança de até 4 anos de idade, sem conseguir vaga em creches públicas ou privada de uma rede de convênio. As famílias com crianças matriculadas em um turno de R$200 e R$300 no turno integral.

Auxílio Esporte Escolar: Estudantes de 12 a 17 anos que se destacam nos Jogos Escolares Brasileiros e que a família já faz parte do Auxílio Brasil e tem direito de receber a 12 parcelas de R$100 e a família irá receber uma única de R$1000,00.

Benefício Compensatório de Transição: Com o objetivo principal para que as famílias que recebiam o Bolsa Família e tiveram redução na transferência para o Auxílio Brasil. O pagamento será feito até que o valor seja maior do que o recebido antes.

O Cadastro

Primeiramente, quem já era beneficiário do Bolsa Família e era elegível, não é necessário fazer o processo de cadastro, pois, de maneira automática já será incluído no Auxílio Brasil.

Dessa forma, somente quem não é inscrito no Cadastro Único ou apenas quem não recebia o Bolsa Família precisa realizar o cadastro para receber o benefício.

Assim, há três possibilidades para conseguir receber o Auxílio Brasil:

  • Já tem o Bolsa Família: o Auxílio Brasil será pago automaticamente;
  • Não está inscrito no CadÚnico: é preciso ir até um centro de Referencia de Assistência Social (CRASS) para fazer a inscrição, porém não tem garantia de receber.
  • Está inscrito no CadÚnico, no entanto, não recebia o Bolsa Família: entrará para a lista de reservas.

Dessa forma, fica claro que para receber o Auxílio, você deve realizar o cadastro primeiramente no CadÚnico.

O prazo de aprovação

Após feito o cadastro, a família terá que aguardar a análise da documentação feita pelo Ministério da cidadania (Como já foi dito).

Essa análise pode levar cerca de 45 dias, e após esse tempo, o pedido do Auxílio Brasil pode ser negado ou aprovado. A resposta para isso irá depender da família, pois, para receber o Auxílio Brasil é necessário ter disponibilidade para que outras famílias sejam incluídas no programa.

Conclusão sobre o cadatsro do Auxílio Brasil

A importância de programas sociais que têm como principal objetivo ajudar e auxiliar as famílias mais vulneráveis é imensurável.

A quantidade de famílias que são ajudadas diariamente com programas como esses traz uma satisfação imensa não só para o governo e para o restante da população também.

Portanto, fica claro como todos os brasileiros devem valorizar esse tipo de programa e contribuir para enfim reunir uma vida melhor para a sociedade. Leia o artigo: Como saber se estou no auxílio Brasil

ARTIGOS RELACIONADOS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

MAIS POPULARES