Viu como se faz

Viu como se Faz – Blog | é um projeto colaborativo que visa construir e compartilhar artigos com instruções passo-a-passo | instruções e dicas em diversos assuntos.

Como usar o cartão de crédito de maneira saudável

Cartão de crédito

O mercado financeiro disponibiliza inúmeras possibilidades para o aumento de crédito e serviços que auxiliam na hora de pagar as contas ou investir o seu dinheiro para render mais. No entanto, é preciso estar atento a muitos fatores antes de comprometer o seu orçamento, principalmente quando se trata do cartão de crédito.

Em alguns momentos, temos a ilusão de que utilizar o cartão de crédito não irá comprometer todo o salário daquele, mas temos que ter em mente que reservar um dinheiro para alguma emergência é primeiro passo para realizar os gastos de maneira saudável e sem loucuras.

Por isso, devemos utilizar o cartão de crédito como responsabilidade e, para isso, vamos trazer algumas dicas para você manter sua vida financeira saudável.

Primeiramente, o consumidor precisa ter em mente que o cartão de crédito traz uma ilusão de “muito dinheiro”. Por não ser um pagamento imediato, acabamos por acumular muitas contas. É neste momento que entramos no efeito “bola de neve”, as contas se acumulam, deixamos de pagar alguns vencimentos e os juros começam a correr.

1ª dica – Tenha poucos cartões

Acumular muitos cartões pode ser um risco para sua saúde financeira. Quem não possui um planejamento ou inúmeros cartões com muitas vantagens acaba não tendo controle sobre suas despesas, além dos gastos extras com as anuidades. A dica é ter no máximo três cartões de crédito. Mais do que isso se torna um exagero e um grande risco para a entrada de dívidas.

Caso você tenha dependentes em suas contas, mantenha apenas um cartão de crédito titular na família, pois assim os cartões dependentes acumularão pontos de maneira comum. Com os gastos controlados em apenas uma conta de fidelidades os pontos se juntarão mais rápido, de acordo com o serviço contratado.

2ª dica – Utilizar o cartão para organizar suas finanças

O cartão se torna um aliado para você ter um controle dos gastos, já que tudo é discriminado no extrato. O documento auxilia no controle financeiro e também quantas parcelas faltam para quitar uma conta, por exemplo. Você pode optar para que suas contas sejam pagas em uma única data, possibilitando um melhor controla dos gastos, já que a fatura vem bem detalhada.

Caso você não faça o uso do cartão para esta finalidade, a dica é que você coloque toda suas contas na ponta do lápis, ou melhor dizendo, na tela do seu celular. Existem muitos aplicativos de gestão financeiras que podem ajudar no controle dos próprios cartões, facilitando as tarefas para você. No app você pode discriminar suas contas, saber onde você está investindo o seu dinheiro e quanto vai sobrar após o pagamento das contas. Mais uma maneira de você organizar suas cobranças.

3ª dica – Não pague tudo no cartão de crédito

Cuidado ao colocar todas suas contas para serem pagas no cartão de crédito. Em alguns casos, contas como serviços de lux, água e impostos acabam gerando algumas taxas de um mês para o outro, além de altos juros. As administradoras destes serviços fazem o débito na data limite da conta e, alguns casos, o valor pode ser maior e o gasto pode te pegar de surpresa.

Pague essas contas diretamente no caixa eletrônico ou em casas lotéricas. Isso também vale para contas mais simples, como o cinema com amigos, a conta da pizzaria ou qualquer gasto extra que você coloque no cartão de crédito. Pague essas contas na hora, pois você só deve fazer aquilo pelo que pode pagar no momento.

Na maioria das vezes, as pessoas colocam todas as contas no cartão para ganhar mais limite, mas isso pode ser arriscado.

4ª dica – Estabeleça o limite

Coloque metas nos seus gastos, ou seja, estabeleça um limite para suas contas. Para se ter uma base, a soma dos limites de todos os seus cartões não deve passar de 50% da sua renda, recomenda os especialistas. Isso fará com que você evite fazer mais contas que não conseguirá pagar.

Em caso de cartões de dependentes, coloque um limite condizente com o que você pode pagar. Em caso de um filho “gastador”, entregue a ele um catão com limite baixo. Isso é mais um controle para que você não perca de vista seus pagamentos.

5ª dica – Saiba a origem dos seus gastos

Saber de onde vem cada cobrança também é muito importante. O erro dos consumidores é simplesmente deixar a conta chegar e não ter informação sobre aquilo.

Crie o hábito de consultar frequentemente o extrato do seu cartão de crédito. Entenda que ali é uma lista de gastos que você pode conferir e avaliar em que está gastando. Caso você encontre um gasto a mais, tente evitar novas contas e quitar as que existem. Isso fará com que a saúde financeira melhore no próximo mês.

6ª dica – Aproveite os benefícios

Muitos bancos oferecem inúmeras vantagens e benefícios, como investimentos, programas de recompensas e poupança. Saiba o que o seu banco te oferece, ou mesmo algum cartão de loja, e como você pode usufruir daquele benefício. Se informe sobre cada serviço, consulte seu gerente, se for o caso, e aproveite melhor o sem banco.

Outras dicas

– Compre depois do fechamento da fatura;

– Sempre negocie a anuidade;

– Não faça compras indevidas ou altas demais para o seu orçamento;

– Evite cartões de crédito oferecidos por lojas;

– Não faça saques com o cartão de crédito;

– Nunca atrase o pagamento da fatura.

Artigos Relacionados

2 thoughts on “Como usar o cartão de crédito de maneira saudável

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *