Votação no parlamento promove a criação de projeto de lei para nova determinação de criptomoedas no Brasil

0

Não é mais novidade para ninguém de que cada vez mais o Brasil está se aproximando de aprovar um projeto ousado que visa uma forma de trazer o mercado de criptomoedas para o país; O que pouco se sabe ainda é se o Congresso Nacional vai fazer isso até antes da conclusão do primeiro semestre de 2022.

Apesar de desde 2015 já ter sido apresentados projetos de lei com destaque para o mesmo aprovado pelo senado 2019, ainda existem um conjunto de recomendações e alterações que estão precisando ser feitas para dar andamento na sessão.

Publicidade

Isso irá permitir com que seja permitido também a criação de incentivos a mineração de criptomoedas e até mesmo a redução em alíquotas referentes a aquisição de hardwares especializados para esse tipo de serviço.

É ilegal comprar criptomoedas no Brasil?

Para que fique bastante claro, no Brasil ainda está sendo promovido a criação de leis para melhor determinar as soluções envolvendo o uso de criptomoedas; Apesar de não ter nenhuma regulamentação específica até o presente momento, o brasileiro está autorizado a comprar e vender suas criptomoedas, como a Bitcoin por exemplo, desde que seja feito todas as declarações de transação e também de retornos obtidos com esse capital.

Caso o contrário, qualquer crime fraudulento que esteja movido por esse dinheiro digital, as corretoras responsáveis por administrar as movimentações devem alertar e responder ao órgão que será indicado pelo Governo Federal.

Apesar de o Banco Central ainda estar longe de caracterizar as criptomoedas como uma moeda em nosso país, diversas startups e associações já estão agilizando processos para poder promover a formação de profissionais qualificados no entendimento e funcionamento de blockchains.

Quem certifica as criptomoedas?

Atualmente a ABCripto, sigla para a Associação Brasileira de Criptoeconomia está promovendo o alavancamento de profissionais para o mercado de criptoativos; O documento oferecido pela ABCripto representará como um certificado de nível básico em criptoeconomia e autenticará o seu registro em uma blockchain para maior autenticidade.

Isso se deve ao fato de que ainda não há no Brasil um grande número de profissionais qualificados e também registrados para poder agir com a alta responsabilidade que as ações de criptomoedas e NFT podem vir a oferecer; O custo para a realização da prova de qualificação deve custar um teto máximo de 650 Reais.

A prova exigirá do participante que ele tenha o entendimento dos conceitos de criptomoedas, economia e até mesmo negociação desses ativos como é o caso da compra e venda das mesmas; A prova será formada por 50 perguntas que podem ser respondidas pelo seu computador ou até mesmo em locais autorizados pela ABCripto.

Quais serão os temas abordados na prova?

Entre as principais temáticas que poderá ser visto na prova estão: ética e conduta profissional, criptografia básica e conceitos introdutórios a criptoativos, princípios e conceitos básicos de economia e finanças, Blockchain, Bitcoin Core e Criptoativos.

Lembre-se:

A ABCripto reforça que o seu certificado após emitido terá a validade de 2 anos corridos, quando a data chegar, caberá ao proprietário do certificado realizar um novo exame preparado pela associação para assim renovar o seu documento.

Você vai ter o prazo máximo de 1 hora para realizar a prova, podendo escolher a data que melhor lhe for conveniente; Sua aprovação será aceita caso você como candidato tenha no mínimo 70% no índice de acertos.

Previous articleConheça as 5 principais criptomoedas do metaverso
Next articleModelo de Halving do Bitcoin sugere suporte de US$ 24.000 antes do final do ano

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here