Quanto tempo demora para aprovar Auxílio Brasil?

0

Não é novidade aos brasileiros a necessidade de um programa social para toda população vulnerável economicamente. Nosso país está passando por um momento complicado e com a inflação apenas subindo cada vez mais, dificultando assim o dia a dia de muitas famílias.

Pensando nisso, surgiu o Auxílio Brasil, que busca assegurar a renda às famílias que estão em situação de vulnerabilidade social. Portanto, se você deseja saber mais informações sobre o benefício, e principalmente esclarecer algumas dúvidas, mantenha-se na leitura.

Publicidade

O que é Auxílio Brasil?

O Auxílio Brasil foi desenvolvido exclusivamente para substituir o Bolsa Família, que estava em funcionamento desde 2003. Na prática, ele é similar ao programa anterior, destinado às mesmas pessoas.

Ele é composto de diferentes políticas públicas de assistência social e ainda possui modalidades de benefícios, atuando nas áreas de emprego, saúde, renda e educação.

O benefício em si era no valor de R$400 mensal, no entanto, em Julho de 2022 a Câmera dos Deputados aprovou o aumento do valor do Auxílio Brasil de R$600 até o final de 2022.

Quem tem direito ao Auxílio Brasil?

As famílias que estão em situação de extrema pobreza e pobreza são as principais a terem direito ao Auxílio Brasil. O programa já havia pretendido atender quem fazia parte do Bolsa Família, um total de 14,6 milhões de famílias, em adição aos 2,5 milhões que estavam na fila de espera, o que chega a quase um total de 17 milhões de famílias.

Os principais requisitos para ter direito de receber o Auxílio Brasil são:

  • Ser selecionado pelo Ministério da Cidadania;
  • Ter cadastro no Cadastro Único(Base cadastrada no Bolsa Família);
  • Atender aos critérios de situação de pobreza e extrema pobreza.

As famílias que podem ser consideradas de extrema pobreza são aquelas que têm renda mensal de no máximo R$100,00 de todos os membros. Já as famílias consideradas em situação de pobreza são aquelas que possuem renda entre R$100,01 e R$200.

Para as famílias em situação de pobreza, para ter acesso ao Auxílio, é necessário ter uma gestante, lactante ou integrante com menos de 21 anos.

Caso você tenha direito ao Auxílio o primeiro passo é se mover até a prefeitura da sua cidade e procurar pela área responsável pelo programa Auxílio Brasil.

Como funciona o programa Auxílio Brasil?

Primeiramente, o Auxílio Brasil contempla novos tipos de benefícios. Há três principais que formam o núcleo e os seis restantes compõem os benefícios complementares.

Benefício de superação de Extrema Pobreza: destinado às famílias que, mesmo recebendo os outros benefícios, continuam em situação de extrema pobreza.

Benefício Primeira Infância: destinado às famílias que possuem crianças de até 3 anos, o valor será de R$130,00 por criança, sendo limitado a 5 menores por família.

Benefício Composição familiar: destinado às pessoas de 3 a 21 anos de idade que estejam matriculados na educação e também gestantes. O valor a ser pago é de R$65,00, limitado a 5 membros também.

Os benefícios complementares

Auxílio Criança Cidadã: sendo destinado ao responsável por uma criança de 4 anos que não conseguiu vaga em creches públicas ou privadas. As famílias com crianças matriculadas em turno parcial recebem R$200,00, às que estão em turno integral recebem R$300,00.

Auxílio Inclusão Produtiva Urbana: o valor é pago aos beneficiários do Auxílio Brasil que comprovem o emprego de carteira assinada. O valor é de R$200,00 e com somente um recebedor por mês.

Auxílio Inclusão Produtiva Rural: para as famílias com agricultores que já fazer parte do Auxílio Brasil o valor é de R$200,00 e somente apenas um recebedor por grupo.

Auxílio Esporte Escolar: estudantes de 12 a 17 anos de idade que se destacam nos jogos Escolares Brasileiros e que a família já faz parte do Auxílio Brasil têm direito a receber R$100 e a família receber R$1.000,00.

Benefício Compensatório de Transição: destinado às famílias que recebiam o Bolsa Família e tiveram uma redução na transferência ao Auxílio Brasil.

Outras condições para receber o auxílio Brasil

Para ter direito aos benefícios, as famílias precisam seguir algumas condições, como:

  • frequência escolar mensal mínima de 75% para jovens de 6 a 21 anos;
  • acompanhamento nutricional de crianças com até 7 anos;
  • frequência escolar mensal mínima de 60% para crianças de 4 e 5 anos;
  • pré-natal para gestantes;
  • Cumprimento do calendário de vacinação.

Como se cadastrar no CadÚnico?

Para receber o benefício é necessário ter um cadastro no CadÚnico, isso é possível com um pré-cadastro pelo aplicativo ( disponível para Android e iOS).

Após feito isso, é necessário que a pessoa vá a um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) para concluir o cadastro da maneira mais correta.

Quanto demora para ser aprovado no Auxílio Brasil?

O governo realiza uma análise sobre a situação de cada família inscrita no CadÚnico mensalmente. Dessa forma, mensalmente as famílias que não se encaixam mais no benefício saem para que outras famílias entrem.

Sendo assim, os cidadãos que se cadastraram no CadÚnico recentemente deverão aguardar até o próximo mês para saber se irão receber o Auxílio Brasil.

Como já dá para notar, não há um prazo estabelecido para o beneficiário ser aprovado e receber o Auxílio Brasil.

Há a possibilidade de consultar diretamente no aplicativo do Auxílio Brasil, e pelo telefone, apenas ao ligar para o número 0800 707 2003.

Mais informações sobre o Auxílio Brasil

De uma maneira mais resumida para melhor compreensão, abaixo há alguns pontos muito importantes sobre o Auxílio Brasil, e são eles:

  • É necessário que o Cadastro Único esteja atualizado, não esqueça disso;
  • Todos que faziam parte do Bolsa Família, automaticamente está no Auxílio Brasil;
  • Você pode consultar as informações sobre os pagamentos no apps do Caixa Tem e Auxílio Brasil;

Conclusão sobre o auxílio Brasil

Os programas sociais são extremamente importantes para a sociedade brasileira. Vivemos em um momento em que ajudar e auxiliar as famílias vulneráveis é necessário.

O processo para fazer parte do programa não é complicado, porém exige paciência, já que não há um prazo previsto para as famílias que ainda não fazem parte.

Muitas pessoas ao menos se importam com essas famílias que vivenciam um cotidiano tão complicado, portanto é muito importante prezar esses auxílios e contribuir para que não acabe.

Lembre-se de manter-se bem atento às informações que forem divulgadas, isso fará com que você não perca uma chance de fazer parte do Auxílio.

Previous articleO que é a CNH social
Next articleComo fazer inscrição CNH Social 2023

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here